Oito coisas que o Livro de Mórmon ensina sobre Deus

O Livro de Mórmon, assim como a Bíblia, é um livro de escrituras que contém a palavra de Deus dada a nós por intermédio de Seus profetas. Aqui estão oito verdades preciosas que ele nos ensina sobre Deus, nosso amoroso Pai Celestial.

Um jovem estuda o Livro de Mórmon em sua sala de estar
1

Deus é real.

O Livro de Mórmon testifica que Deus realmente existe. As pessoas em todo o Livro de Mórmon aprendem sobre Deus e ouvem e veem sinais Dele. Um exemplo é Néfi, um jovem rapaz que tinha “grande desejo de saber dos mistérios de Deus” (1 Néfi 2:16). Suas orações com o objetivo de conhecer Deus foram respondidas: “Eis que ele me visitou e enterneceu meu coração, de maneira que acreditei” (1 Néfi 2:16). Cada um de nós pode saber que Deus é real buscando-O por meio da oração.

2

A mão de Deus está em todas as coisas.

No Livro de Mórmon, um homem exigiu que o profeta Alma lhe mostrasse um sinal para provar a existência de Deus. “Todas as coisas mostram que existe um Deus”, ressaltou Alma. “Sim, até mesmo a Terra e tudo que existe sobre a sua face, sim, e seu movimento, sim, e também todos os planetas que se movem em sua ordem regular testemunham que existe um Criador Supremo” (Alma 30:44). Se a procurarmos, poderemos ver a mão de Deus em toda a beleza ao nosso redor.

3

Deus tem um corpo.

Deus Se manifestou ao povo do Livro de Mórmon, assim como havia se manifestado ao povo da Bíblia. O livro de Mosias nos ensina que “o homem fora criado à imagem de Deus” (Mosias 7:27). Isso significa que você foi criado para se parecer com Ele e que Ele tem um corpo físico.

4

Deus deseja conversar com você.

Na maioria das vezes, Deus se comunica por meio do Espírito Santo. Mas, em algumas ocasiões, as pessoas já ouviram o próprio Deus falar; geralmente para prestar testemunho de Seu Filho, Jesus Cristo. No Livro de Mórmon, lemos a respeito de um grande grupo de pessoas que ouviu Deus proclamar: “Eis aqui meu Filho Amado, em quem me comprazo e em quem glorifiquei meu nome — ouvi-o” (3 Néfi 11:7).

5

Deus ama Seus filhos.

Quando um anjo perguntou a Néfi se ele conhecia “a condescendência de Deus”, ele respondeu com sinceridade: “Sei que ele ama seus filhos; não conheço, no entanto, o significado de todas as coisas” (1 Néfi 11:16–17). Podemos seguir o exemplo de Néfi e nos apegar ao conhecimento de que Deus ama todos nós, Seus filhos, e deseja o melhor para nós, apesar das incertezas que enfrentamos na vida.

6

O amor de Deus é perfeito.

O amor de Deus por você não depende de sua situação social, de sua origem nem do seu amor por Ele. O amor de Deus é perfeito e infinito. Ele quer que todos nos acheguemos a Ele. O Livro de Mórmon ensina que Ele “convida todos a virem a ele e a participarem de sua bondade; e não repudia quem quer que o procure, negro e branco, escravo e livre, homem e mulher; e lembra-se dos pagãos; e todos são iguais perante Deus” (2 Néfi 26:33).

7

Deus tem um plano para você.

Deus conhece você perfeitamente porque Ele o criou para ser como você é. Ele tem um plano para ajudá-lo a voltar a seu lar celestial e ser feliz com Ele. O Livro de Mórmon ensina que Deus criou Seus filhos “para que tenham alegria” (2 Néfi 2:25).

8

Deus deseja que você volte a viver com Ele.

Por meio do sacrifício do Filho de Deus, Jesus Cristo, você pode se arrepender de seus pecados e voltar à presença de Deus. O profeta Samuel, do Livro de Mórmon, ensinou: “A ressurreição de Cristo redime a humanidade (…) e leva-a de volta à presença do Senhor” (Helamã 14:17).

Tanto na Bíblia quanto no Livro de Mórmon, podemos aprender que Deus existe, que Ele o ama e que Ele tem um plano para você. Viver Seu evangelho e aprender sobre Ele vai ajudá-lo a ser feliz nesta vida e na próxima.

Explore mais tópicos